Modelo comete gafe ao sinalizar fim do GP do Canadá uma volta antes

Erro da modelo Winnie Harlow gerou confusão em Montreal

Relacionadas

A modelo Winnie Harlow foi convidada para sinalizar o fim do GP do Canadá, neste domingo, em Montreal. Porém, acabou cometendo uma gafe ao dar a bandeirada com uma volta de antecedência e gerando confusão no local.

+ Descubra as mudanças do novo modelo de capacete da Fórmula 1

+ Confira algumas trapalhadas dos carros que eram para ser de segurança

+ Impressionante! Piloto da Moto GP sofre acidente a 350 km/h; assista

Mas, calma, tudo deu certo no final. A corrida continuou e Sebastian Vettel, na volta seguinte, garantiu a vitória. Em seu perfil no Instagram, a modelo se defendeu e jogou a responsabilidade no comissário responsável por avisar quando ela deveria dar a bandeirada. "Quando te dizem para dar a bandeirada com uma volta de antecedência. Você tinha apenas um trabalho a ser feito, senhor. Hahaha. Muito grata a por todos terem terminado bem", escreveu.

Por conta do erro, a corrida foi interrompida com duas voltas de antecedência. Segundo o regulamento da competição, o resultado da prova foi baseado nas posições da volta anterior ao momento em que ela foi interrompida.

"Se por algum motivo o sinal de fim de prova for dando antes de o líder completar o número de voltas previstas, ou tiver atingido o tempo limite de prova, a corrida será dada como encerrada no momento que o líder tiver cruzado a linha de chegada pela última vez antes do sinal ser dado", diz.

A prova acabou terminando na volta 68, em vez da 70, mas não fez diferença no resultado da corrida. Veja o posrt da modelo Winnie Harlow:

MAIS SOBRE:

FutebolMontreal [Canadá]
Comentários