Papa Francisco receberá escultura de Senna feita pela sobrinha do piloto

Paula Senna aceitou o desafio proposto pela sua avó, mãe de Ayrton, morto dia 1º de maior de 1994

Relacionadas

O papa Francisco é fã declarado de futebol. Ainda neste mês, sua Santidade argentina estampou a capa de diversos jornais após afirmar que é um sacrilégio dizer que Messi é Deus. Dessa vez, no entanto, o torcedor do San Lorenzo vai receber um presente especial relacionado a um esporte que não usa bola sequer.

Nesta quarta-feira, o líder da igreja católica vai ser presenteado com uma escultura de Ayrton Senna. O sumo Pontífice receberá das mãos de Bianca Senna, diretora do Instituto que leva o nome do piloto brasileiro, a obra realizada pela sobrinha do tricampeão mundial de F-1.

Paula Senna Lalli é artista plástica e realizou a obra como parte das homenagens que marcam os 25 anos de legado de Ayrton Senna desde sua morte. Bianca entregará a escultura para o Papa no próprio Vaticano, onde a obra ficará instalada como parte do acervo do museu que fica no local.

"Meu Ayrton", o nome da obra, começou a ser executada ainda em 2016, quando a mãe do piloto, Neyde Senna, fez a encomenda pessoal à neta. Desde então, usou fotos, memórias e relatos de familiares para compor a peça. "Recebi com muito orgulho a missão dada pela minha avó, que quis retratar de forma carinhosa a maneira como ele era lembrado pela família. Aceitei o desafio, mesmo reconhecendo a dificuldade da tarefa: pouquíssimas obras deste tipo eram aprovadas por nossos familiares, em especial por minha avó, conhecida pelo alto padrão de exigência", conta a artista. 

 

MAIS SOBRE:

Fórmula 1Papa FranciscoAyrton Senna
Comentários