Passagem de rali faz cidade de 10 mil habitantes virar 'de cabeça para baixo'

Chegada da 'caravana do Sertões' fez com que a segunda-feira se transformasse em feriado em Santa Terezinha de Goiás

Relacionadas

Imagine uma cidade de pouco mais de 10 mil habitantes, que, de um dia para o outro, recebe uma caravana de cerca de 2 mil pessoas? É uma coisa meio inviável, não é mesmo? Pois foi isso exatamente isso o que aconteceu em Santa Terezinha de Goiás, no norte do estado, que, por causa disso, prevê um acréscimo de até R$ 3 milhões na economia local.

Para se ter uma ideia do impacto causado pelo Rally dos Sertões na pequena cidade, um dos poucos açougue teve seu estoque que duraria, segundo palavras do balconista do local "para mais de um mês", esgotado em menos de duas horas. Em um dos postos de gasolina da cidade, o aumento no abastecimento subiu 700% apenas para servir de apoio aos competidores.

Tudo isso, somado com o movimento no comércio local, com bares, restaurantes e afins, fazem o prefeito Marcos Cabral dizer que "o Rally dos Sertões colocou Santa Terezinha no mapa": "É um dia histórico para a gente. É muito gratificante receber um evento desse porte e tenho certeza que muita gente passará a visitar a nossa cidade só por saber que o rali esteve aqui", comentou, confirmando que a segunda-feira virou ponto facultativo para que toda a população pudesse acompanhar o evento.

Além disso, o prefeito decidiu contratar o "Trio Parada Dura" para um show com público estimado de 20 mil pessoas, o dobro da população local. "É uma forma de agradecer toda caravana do rali", destacando o apoio social oferecido pela organização do Sertões: "Cerca de duas mil pessoas foram atendidas por médicos especialistas, o que não existe aqui e é sempre preciso viajar para cidades como Goiânia e Brasília para fazer exames deste tipo".

MAIS SOBRE:

VelocidadeSanta Terezinha de Goiás [GO]RaliRali dos SertõesEconomiaAutomobilismo
Comentários