Piloto da Fórmula 1 tenta praticar 'curling humano', mas não vai bem

Nico Hulkenberg, que atualmente está na Renault, tenta deslizar no gelo em cima de uma boia, simulando o esporte de inverno

Com a Fórmula 1 ainda vivendo a fase de preparação para o início da temporada 2019, o piloto Nico Hulkenberg encontrou tempo para dar os primeiros passos - ou os primeiros deslizes - em um novo esporte na sua carreira enquanto não retorna à categoria mais tradicional do automobilismo mundial.

Atualmente integrante da equipe Renault, o alemão publicou um vídeo nas redes sociais onde ingressou no curling. No entanto, o piloto não praticou o carismático esporte de inverno, que ganha cada vez mais fãs ao redor do mundo ao longo dos anos, da forma tradicional.

No 'curling comum', uma pedra de granito é empurrada pelo lançador até um alvo desenhado no chão praticamente no final de uma pista. O objetivo é fazer com que a pedra pare o mais próximo possível do alvo e, para isso outros integrantes da equipe utilizam 'varredores' para tornar a pista de gelo mais ou menos lisa, de acordo com a necessidade de aumentar, diminuir ou direcionar a pedra.

Hulkenberg, no entanto, escolheu fazer diferente. Ele utilizou uma boia para deslizar no gelo, e foi ele próprio a pedra, pulando sobre ela. Apesar disso, ele não tinha quem o ajudasse a tomar a direção e velocidade corretas, e acabou batendo na parede. Precisará de mais treinos o piloto de 31 anos.

Assista:

 

MAIS SOBRE:

Fórmula 1Nico Hülkenbergcurling
Comentários