Piloto vence Sertões, mas só é informado do título depois de uma hora

Diogo Zonato travou uma disputa bastante equilibrada com George Ximenes nos quadriciclos

Relacionadas

Depois de seis dias de Rally dos Sertões, a disputa entre Diogo Zonato e George Ximenes estava extremamente equilibrada, com diferença na casa dos 38 segundos. Ao completarem a sétima e última etapa da competição, os dois se falaram, se cumprimentaram, mas não sabiam quem tinha sido campeão.

"Não importa qual seja o resultado, foi sensacional competir com você", disse Zonaro, enquanto dava um efusivo abraço no estreante Ximenes, logo no ponto de chegada da etapa cronometrada, onde seu colega já o esperava. Porém, rali nem sempre ganha quem chega primeiro na última prova, já que o que conta é o acumulado de todos os dias. E assim, os dois competidores foram juntos até a cidade de Bonito, distante cerca de 50 km do local.

Foi só lá que Diogo descobriu que foi quase dois minutos mais rápido que George na última prova e finalmente pôde comemorar sua vitória. "O rali só acaba na rampa. Só agora tenho certeza que sou campeão. É um sonho realizado", vibrou o piloto da Zona Racing.

Porém, para alcançar o objetivo, nada foi fácil na vida do paranaense. "Tudo que eu tenho, devo ao meu pai. Moro com ele há 17 anos e ele é tudo para mim. Eu não tinha nada de dinheiro e ele que bancou a minha competição", orgulhou-se, garantindo que seu troféu de campeão do Rally dos Sertões ficará dentro do escritório de seu pai.

MAIS SOBRE:

VelocidadeBonito [MS]QuadricicloRaliRali dos SertõesAutomobilismo
Comentários