Acidente a 270km/h cancela prova de automobilismo em Portugal, assista

Dennis Dirani realizava teste de verificação do carro quando freio falhou; ele está bem após o ocorrido

Relacionadas

A segunda parte da rodada dupla do Campeonato de Sprint da Porsche Carrera Brasil em Portugal foi cancelada devido a um acidente impressionante, mas que felizmente não teve vítimas. Dennis Dirani, piloto-consultor da categoria, realizava um teste de verificação quando o freio deu problema e ele foi direto nos pneus e danificou o guard-rail.

Dennis saiu andando após o acidente, mas como a barreira de proteção ficou danificada, os organizadores decidiram cancelar a etapa. Uma empresa homologada irá fazer os reparos no autódromo de Estoril, em Portugal. Confira o vídeo do acidente.

"Foi só um susto, está tudo bem comigo. Nós fazemos esse shakedown (teste) para preparar os carros para os pilotos regulares: é um dos diferenciais da Porsche Cup, para assegurar que todos os carros têm o mesmo desempenho. O carro ficou sem freio, acabei passando reto em um ponto rápido da pista e ocorreu o acidente. Foi um grande susto, mas isso mostra o quanto o carro é seguro", avaliou Dirani sobre o ocorrido.

Na sequência, ele descreveu o que aconteceu do seu ponto de vista. "É um trecho da pista em que atingimos em torno de 270 km/h, perdi alguma velocidade antes do impacto, mas mesmo assim estava rápido. Acabei voando pelos pneus e acho que foi bom para dissipar a energia, pois o impacto seco iria trazer uma parada muito brusca. Estou sem nenhum arranhão e pronto para a próxima", contou o piloto.

Dener Pires, organizador da prova, também elogiou as normas de segurança da categoria. "Estávamos checando o carro e aconteceu esse problema. O guard rail ficou danificado com a batida e não podemos realizar a corrida dessa forma. Ele funciona como uma almofada e acaba dobrando quando há o impacto, justamente para absorveu a energia do carro. Só que, uma vez danificado, ele não suportaria uma próxima batida. O show é importante, mas a segurança é muito mais", justificou, sobre o cancelamento da etapa.

MAIS SOBRE:

automobilismo
Comentários