Vettel sugere duas corridas no Brasil para resolver disputa entre Rio e SP

Hulkenberg teve a mesma ideia; Carlos Sainz Jr. aprova a mudança se novo autódromo tiver pista boa que permita ultrapassagens

Relacionadas

Nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o GP do Brasil de Fórmula 1 passaria a ser disputado no Rio de Janeiro em 2020, em um novo autódromo a ser construído. A reação dos pilotos foi de tristeza pelo fim da corrida em Interlagos - Sebastian Vettel, por exemplo, não aprovou a mudança.

"Eu não estava sabendo que isso aconteceria. Eu ouvi alguns rumores, mas para mim é um choque. Interlagos é um lugar incrível, bastante história. O traçado antigo é ainda melhor que o atual. Mas eu não consigo pensar em nada que Interlagos esteja devendo, a não ser que a pista é um pouco curta. Estou ansioso para a última corrida que teremos lá. Mas quem sabe não voltaremos no futuro?", manteve as esperanças o alemão, tetracampeão mundial, em entrevista à revista Autosport.

Na sequência, o piloto da Ferrari deu uma sugestão pouco provável de ser aprovada. "É um lugar incrível, então é realmente uma pena. Eu sou um tipo de fã das coisas antigas. Então seria bom voltar logo. Ou talvez ter duas corridas no Brasil, já que o público geralmente é incrível", brincou.

Nico Hulkenberg foi na mesma linha. "Eu acho que posso chorar ou iniciar uma vaquinha virtual. Vamos fazer as duas, São Paulo e Rio. O Brasil é um país grande. Eu ficaria feliz de fazer as duas", afirmou o outro alemão do grid atual da Fórmula 1, que corre pela Renault.

Já o espanhol Carlos Sainz Jr. respeita o passado, mas manteve a mente aberta para o futuro. "Eu gosto de São Paulo. Gosto da pista, do traçado clássico, da história que tem dos anos 1990 e das famosas disputas de títulos lá. São grandes memórias. Mas tudo depende da pista que eles construírem no Rio. Se eles construírem uma pista legal com boas corridas, acho que a cidade é incrível, pelo que ouvi. Só pelo por uma pista boa com boas corridas, chances de ultrapassagem e que seja divertida para os pilotos. Aí eu acho que não sentiria tanta falta de São Paulo se não der certo", afirmou o piloto da McLaren.

O autódromo paulista José Carlos Pace, mais conhecido como Interlagos, sedia as corridas no Brasil ininterruptamente desde 1990. O local viu momentos épicos, como a vitória de Senna em 1991 tendo apenas a sexta marcha do carro, e disputas de título acirradas como as de 2008, que foi decidida apenas na última curva.

MAIS SOBRE:

Fórmula 1Autódromo de Interlagos [São Paulo]Sebastian VettelCarlos Sainz Jr.Nico HülkenbergGP Brasil [Fórmula 1]
Comentários