Presidente da federação afirma que seleção italiana ficará sem técnico até junho

Carlo Tavecchio diz que 'ninguém aceitará proposta' agora

Relacionadas

A seleção italiana de futebol ficará sem técnico até junho deste ano. A afirmação chegou por meio do presidente da federação, Carlo Tavecchio.

"Ninguém aceitará proposta, porque todos já estão com contratos assinados. Fazer um acordo para junho é difícil", disse o dirigente, em entrevista coletiva.

 

+ Torcida do Corinthians cria hashtag para Pedrinho e clube responde; veja

+ Neymar mita ao comemorar gol com a chuteira na cabeça; assista

+ Dono do Everton garante que Lukaku deixou a equipe por causa de 'voodoo'

 

 

Tavecchio anunciou renúncia a função de presidente da federação depois da eliminação da seleção para a Suécia, na repescagem das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018. A saída, no entanto, só acontecerá no dia 29 deste mês.

Segundo o antigo mandatário, ele próprio contatou "meia Europa" para encontrar substituto para Gianpiero Ventura.

Sem confirmar sobre nomes que podem ocupar o cargo de comandante na seleção italiana, a imprensa local aponta os treinadores Carlo Ancelotti e Roberto Mancini como os principais candidatos.

MAIS SOBRE:

futebol seleção italiana masculina de futebol
Comentários