Renault faz ação educativa sobre segurança no trânsito no GP Brasil

Crianças se divertiram no espaço do projeto 'O Trânsito e eu', localizado no Village do autódromo

Relacionadas

Enquanto os carros da Fórmula 1 aceleraram a mais de 300 quilômetros por hora em Interlagos, o Instituto Renault promoveu neste sábado, 11, o projeto "O Trânsito e eu", uma ação educativa sobre segurança no trânsito.

Na abertura, realizada pela manhã, estiveram presentes o diretor de comunicação da Federação Internacional de Automobilismo, Matteo Boncini; o promotor do GP Brasil, Tamas Rohonyi; o diretor de comunicações da Renault, Caíque Ferreira e o presidente da

Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), João Otaviano. 

"Segurança é um dos pilares da nossa administração, essa relação dos esportes a motor e a conscientização das crianças é fundamental. Eu sou pai de crianças, por isso fiquei ainda mais interessado", disse Matteo Bonciani. 

+Lewis Hamilton inclui quarta estrela no capacete e 'voa' em Interlagos

+ Equipes da Fórmula 1 sofrem assalto nos arredores de Interlagos

+ Site da F-1 publica vídeo com momentos mais emocionantes do GP Brasil

+ Siga o Fera no Twitter

O projeto conta com unidades implantadas em cidades como Curitiba e São José dos Pinhais, no Paraná, Pelotas (RS), Itu e São Bernardo do Campo, ambas em São Paulo. Desde 2012,  já passaram 250 mil crianças pelo programa no Brasil e 14 mil só em São Paulo, desde que ele chegou na cidade em maio deste ano.

Para o GP do Brasil, o instituto trouxe uma minicidade itinerante, onde são simuladas situações encontradas no trânsito. As crianças podem dirigir carros e bicicletas, sempre respeitando as leis e as sinalizações, como também fazer o papel de pedestre atravessando as ruas nas faixas. Há ainda simuladores 3D e games educativos no espaço.     

“O Instituto Renault tem como um dos seus eixos de atuação a segurança no trânsito. Acreditamos que a educação feita desde cedo pode ajudar a reverter números de acidentes e perdas humanas nas ruas e estradas do país", disse Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da marca. 

MAIS SOBRE:

velocidade Fórmula 1 Renault
Comentários