Cansado dos privilégios de Neymar, Cavani pode deixar o PSG, diz jornal

Uruguaio sente que a diretoria da equipe parisiense prefere o brasileiro, segundo o diário Le Parisien

Relacionadas

O atacante uruguaio Edinson Cavani estaria cansado dos privilégios de Neymar no Paris Saint-Germain e poderia até mesmo deixar o clube na próxima janela de transferências, informou o jornal francês Le Parisien. "Ele não se sente mais em casa", disse uma fonte próxima ao jogador, reforçando a tese de que o artilheiro pode deixar a equipe. 

+ Conheça Tutuba, o mascote 'vida loka' que causa polêmica no futebol cearense

+ Palmeirense pede fim dos gritos homofóbicos: 'tem que ser punido como o racismo'

Edmundo responde a crítica de Romero: 'Você é que está no nosso País'

A insatisfação do uruguaio tem a ver com a chegada do brasileiro, segundo contaram pessoas próximas ao atacante uruguaio, que é o maior artilheiro da história do time da capital francesa, com 163 gols. 

Desde a saída do sueco Zlatan Ibrahimovic, em 2016, Cavani, de 31 anos, assumiu o posto de protagonista da equipe parisiense, situação que mudou com a vinda de Neymar, que virou a maior estrela do PSG em agosto de 2017. 

Cavani sente que não é visto de "igual para igual" por Neymar e percebe que o clube claramente prefere o brasileiro. O fato de ter perdido o posto de cobrador oficial de pênaltis para Neymar prejudicou ainda mais a relação. Outro privilégio que irritou o uruguaio foi o fato do craque da seleção brasileira ter tido dois dias a mais de férias que os colegas. 

MAIS SOBRE:

futebol Paris Saint-Germain Neymar Edinson Cavani
Comentários