Depois da eliminação, imprensa francesa especula Antonio Conte no PSG

Personalidade do treinador, porém, é aspecto considerado negativo

Relacionadas

Unai Emery já deve estar atualizando o currículo nos sites de emprego. Depois de mais uma eliminação do PSG na Liga dos Campeões, a segunda com o treinador basco, o clube francês não deve mantê-lo após o final da temporada 2017-18 e segundo a imprensa francesa, o principal nome já está definido: Antonio Conte.

+ Neymar reúne amigos para jogar pôquer após eliminação do PSG

+ Lucas desabafa sobre a falta de chance no PSG: 'Até hoje eu não entendo'

+ Ex-jogador do Arsenal foi expulso por causa do seu sobrenome

Segundo o L'Équipe e o Le Parisien, Conte é o preferida da diretoria do PSG devido à consciência tática que tem, com a qual foi campeão do Campeonato Inglês com o Chelsea. O treinador também tem no currículo três títulos do Campeonato Italiano com a Juventus. Apesar de ter contrato com o time de Londres até 2019, Conte é questionado no clube, que não faz boa campanha no torneio nacional na temporada 2017-18, apesar de estar vivo na Liga dos Campeões.

O temor da diretoria do PSG, porém, é a personalidade forte de Conte. O italiano afastou um dos principais jogadores do Chelsea, Diego Costa, por whatsapp, o que gerou muitas críticas na Inglaterra. Assim, há o receio de que o italiano proceda da mesma maneira com estrelas como Neymar. 

Segundo os jornais, outros nomes na pauta do clube para o cargo de treinador seriam Mauricio Pochettino, Carlo Ancelotti e Massimiliano Alegri, Roberto Mancini, Luis Enrique, André Villas-Boas, Paulo Fonseca e Leonardo Jardim.

Além de um nome novo para o comando do time, o PSG também estaria planejando reformular o elenco. O clube deseja um novo goleiro (Donnarumma, Oblak e De Gea seriam os mais cotados), laterais (Alex Sandro e Ryan Sessegnon seriam os nomes), volantes (Fabinho e Kanté são desejados) e um novo camisa nove para fazer sombra a Cavani. Os novos reforços, porém, dependem da venda de jogadores, devido ao fair play financeiro.

MAIS SOBRE:

futebol internacional Paris Saint-Germain Antonio Conte
Comentários