Casagrande critica postura de Neymar no amistoso: 'tem de jogar sério'

Seleção brasileira goleou por 5 a 0 a frágil equipe de El Salvador

Relacionadas

Não foram só os internautas que não gostaram da postura de Neymar no segundo amistoso da seleção brasileira depois do término da Copa do Mundo. Apesar do placar gordo, a vitória por 5 a 0 sobre o El Salvador também teve um ponto que foi criticado pelo comentarista Walter Casagrande, da Rede Globo, que transmitia a partida em canal aberto.

"Para eles (salvadorenhos) é uma honra jogar contra a gente. Eles sabem que são inferiores, mas não querem ficar tomando caneta e chapéu o tempo todo. Tem de jogar sério, não precisa exagerar", comentou durante o segundo tempo do duelo, em represália ao excesso de dribles de Neymar.

Nas redes sociais, os internautas repercutiram o cartão amarelo levado pelo capitão do Brasil por suposta simulação de um pênalti. Tanto Maurício Noriega quanto Muricy Ramalho também comentaram sobre o camisa 10 da seleção durante o programa Troca de Passes, do SporTV.

"Ele é o principal jogador do Brasil, mas acho que ele poderia ter aproveitado essa oportunidade para aumentar a artilharia na seleção. Ele está com 59 gols, né? Se jogasse um pouquinho mais sério, poderia passar do 60 gols", afirmou Maurício Noriega.

"Além de ser o craque do time, ele é o capitão. A molecada olha o craque. Entraram no ritmo dele, os moleques ficaram no ritmo dele. Depois, o Neymar deu uma parada e eles entraram no ritmo do capitão", analisou o ex-técnico, referindo-se a Neymar. 

 

MAIS SOBRE:

Futebol Sportv Neymar Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol] El Salvador [América Central] Walter Casagrande Muricy Ramalho Brasil [América do Sul] seleção brasileira masculina de futebol
Comentários